Carlos Rios

A influência das cores na cabeça do consumidor

Não é recente que as cores representam ou influenciam algumas decisões. Desde a antiguidade o homem busca demonstrar ou orientar algo usando a percepção alheia.

As cores possuem significados, transmitem mensagens e sensações desde a antiguidade, que no surgimento do Homo Sapiens já usava as cores para demarcar territórios.

Cada cor tem uma historia ou significado, como por exemplo o amarelo: o nome amarelo tem uma história bastante interessante.

No passado, acreditava-se que a doença conhecida como icterícia, que deixa as crianças amareladas, vinha da bílis, produzida pelo fígado. Essa secreção era chamada de “humor amargo”. Amargo em latim é amargus, que quando no diminutivo, se transforma em amarellus, de onde surgiu o nome da cor.

Algumas cores estão universalmente ligadas a um sentimento e tem uma ótica geral para o mundo.

Podemos notar em todos os lugares o quanto somos bombardeados de ações para influenciar nossas tomadas de decisões. Veja uma das estratégias da SADIA, que usou a cor amarela na embalagem para se diferenciar das demais na bancada.

 

O conceito mais comum do amarelo é relacionado à iluminação, e por isso, também se relaciona com a inteligência.

O amarelo em si próprio é uma cor chamativa, o que o torna super-eficiente para sinalizar. Não é à toa que o amarelo é muito usado em placas de trânsito e avisos.

A cor azul é a favorita entre a maioria das pessoas e, também, a mais presente em marcas.

Na antiguidade o azul era considerado uma cor feminina, isso porque ele é calmo, sensível e introvertido.

Não há como negar, o homem é atraído por uma infinidade de tons e cores. As cores exercem um papel psicológico importante.

Elas são usadas para estimular, acalmar e no caso da propaganda, posicionar uma imagem na sua cabeça e assim criar o estímulo para levar o cliente até o produto ou serviço.

Encontrei no site Viver de Blog, de um ótimo profissional de marketing, o Henrique Carvalho, um material que descreve de forma clara a psicologia das cores.

Segundo alguns artigos, no deparamos com mais ou menos mil ações de influência das marcas em nosso dia a dia. Algumas causam grandes impactos e nos levam a tomar decisões. Se você quer também atingir o seu público, neste post podemos tirar boas conclusões para tornar o seu conteúdo ainda mais assertivo. Mas não pare por aqui, continue buscando e evoluindo cada vez mais, e se você tem algum comentário ou dúvida, fique a vontade e o faça um comentário, ficarei muito feliz em discutir contigo este assunto..

Forte abraço.

#tevejolanafrente

Carlos Rios

Carlos Rios é gerente de contas na empresa Donuz, formado em Administração de Empresas é pós graduado em Marketing Digital.

Sua paixão por Branding começou quando percebeu que no mercado muitas empresas desconhecem do poder que o processo tem de influenciar decisões. Com isso, decidiu contribuir escrevendo suas experiências vividas no dia a dia.

Adicionar Comentários

O que é Branding?

Branding é portanto uma atividade estratégica, de conceituação e planejamento. Vai muito além do logotipo ou da identidade visual da empresa. O objetivo de um projeto integral de Branding é alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor da marca.

Deixe aqui o seu e-mail e receba nossas dicas exclusivas

Carlos Rios

Carlos Rios é gerente de contas na empresa Donuz, formado em Administração de Empresas é pós graduado em Marketing Digital.

Sua paixão por Branding começou quando percebeu que no mercado muitas empresas desconhecem do poder que o processo tem de influenciar decisões. Com isso, decidiu contribuir escrevendo suas experiências vividas no dia a dia.

Fidelização de Clientes

Branding

Advertisement

Small ads

Curta nossa Página no Facebook e recebe todas as dicas!

Redes Sociais

Curta nossas redes sociais e fique sempre atualizado com os conteúdos que também postamos por lá.

Baixe Grátis!

Socialize!

Acompanhe nossos temas abordados também pelas redes sociais!